a
© 2020 Agência Difusão.
HomeEntretenimentoMOSTRA PERMANENTE DE CINEMA ITALIANO

MOSTRA PERMANENTE DE CINEMA ITALIANO

MOSTRA PERMANENTE DE CINEMA ITALIANO

MOSTRA PERMANENTE DE CINEMA ITALIANO

MOSTRA PERMANENTE DE CINEMA ITALIANO

26/07 – A CULPA DOS PAIS

Dirigido por Vittorio de Sica (1944), 84 min. Com Luciano De Ambrosis, Emilio Cigoli e Isa Pola. Música de Renzo Rossellini.

Pricò é um menino de cinco anos que mora com seus pais, Andrea e Nina, em Roma. Ele observa com seus olhos inocentes a dolorosa dissolução de sua família, causada pela relação de sua mãe com outro homem, por quem um dia a mulher sai de casa. Inspirado no conto “Pricò”, do escritor e roteirista Cesare Giulio Viola.

É considerado um filme corajoso pois trata de temas incomuns à época, como o adultério feminino, o suicídio e a infelicidade infantil, temas que não poderiam existir no mundo fascista ideal.

Em uma entrevista, 30 anos depois da estreia do filme, De Sica afirmou que leu o conto sobre o qual o filme foi baseado em uma época que já estava cansado da fórmula dos “telefones brancos” e ansiava por aproximar o cinema dos homens comuns.

Por isso, “A Culpa dos Pais” é considerado um dos principais filmes pré-neorrealistas, que ajudou a definir o movimento que estava por vir, assim como “Quatro Passos nas Nuvens”, já exibido nesta Mostra. Primeira colaboração oficial entre Vittorio de Sica e Cesare Zavattini.

Quer participar? Mande e-mail para [email protected] ou mande mensagem via WhatsApp para o número (11) 94662-6916. Caso você já receba os links dessa Mostra, não precisa se inscrever de novo.

Share With:
Rate This Article
No Comments

Leave A Comment