a
© 2020 Agência Difusão.
HomeEntretenimentoPIAZZA FONTANA: UMA CONSPIRAÇÃO ITALIANA

PIAZZA FONTANA: UMA CONSPIRAÇÃO ITALIANA

Mostra permanente de cinema

PIAZZA FONTANA: UMA CONSPIRAÇÃO ITALIANA

PIAZZA FONTANA: UMA CONSPIRAÇÃO ITALIANA

Marco Tullio Giordana (2012), 129 min. Com Pierfrancesco Favino, Valerio Mastandrea, Luigi Lo Cascio e Michela Cescon.

Milão, 12 de dezembro de 1969. Uma bomba explode no Banco Nacional da Agricultura, na Praça Fontana, deixando 17 mortos e 88 feridos. Este foi o primeiro (e mais grave) de cinco atentados que ocorreram naquele mesmo dia nas duas maiores cidades italianas, Roma e Milão. O decorrer do filme relata um momento tenso na história italiana pós-guerra.

O comissário Luigi Calabresi lidera a investigação policial e acredita que os anarquistas estão envolvidos no atentado. O anarquista Giuseppe Pinelli é levado para interrogatório e acaba morto diante dos policiais, em circunstâncias suspeitas. Esses e, posteriormente, o assassinato do comissário Calabresi são todos fatos reais, considerados o início dos chamados “anos de chumbo” no país.

Embora o caso ainda seja objeto de controvérsia, a responsabilidade pelos ataques foi atribuída a grupos de extrema direita, que visavam um endurecimento das políticas repressivas e autoritárias através da instauração de um clima de tensão no país.

Compartilhar com:
Avalie este artigo

redacao@agenciadifusao.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário