a
© 2020 Agência Difusão.
HomeComunidadeFESTIVAL A FOME NÃO ESPERA

FESTIVAL A FOME NÃO ESPERA

fome não pode esperar

FESTIVAL A FOME NÃO ESPERA

FESTIVAL A FOME NÃO ESPERA

A Frente de Apoio aos Povos Indígenas do Brasil/FAPIB está organizando o FESTIVAL A FOME NÃO ESPERA, evento multicultural online para arrecadação de fundos destinados à aquisição de alimentos, EPIs, produtos de higiene e limpeza destinados aos povos indígenas que vivem no Estado de São Paulo e litoral sul do Rio de Janeiro.

O Festival ocorrerá no dia 5 de Dezembro das 14h às 18h no Canal do YouTube do Sesc TV e no Instagram do Sesc.

O Festival A FOME NÃO ESPERA, que nasceu a partir de uma campanha homônima (iniciada em abril deste ano pela FAPIB), reunirá lideranças indígenas como Ailton Krenak, Sônia Guajajara, Davi Karai Popygua. Contará com uma fala do Prof. Danilo Santos de Miranda, diretor regional do Sesc SP.

Na programação, relevantes nomes da música brasileira como Zeca Baleiro, Paulinho Moska, Yamandu Costa, Badi Assad e músicos indígenas como Djuena Tikuna, Brô MC´s, Gean Ramos Pankararu, MC Kunumi, Tainara Takuá dentre outros. Todos os envolvidos nesse festival são voluntários, e estão unidos a uma grande causa: combater a fome de mais
de 40.000 indígenas aldeados ou em contexto urbano no estado de São Paulo e litoral sul do Rio de Janeiro.

O festival será apresentado pelas atrizes Andreia Duarte e Priscila Jácomo e pela jornalista Cláudia Tavares.

São 20 povos que vivem nessa região e que passam por diversos problemas como invasões e perseguições recorrentes de incêndios criminosos e do descaso dos governos estadual e federal. Foram também brutalmente atingidos pelos graves
efeitos causados pela pandemia do Covid-19, potencializados pelo modo de vida comunitário.

Impotentes, perderam seus entes queridos. Tornaram-se altamente vulneráveis diante do alto risco de contágio e são vítimas de um maior índice de mortalidade em relação aos não indígenas. Assim, foram impedidos de se deslocar para vender seu artesanato e ganhar seu sustento. Necessitam de alimentos, suprimentos básicos e atendimento médico. A fome não espera.

Para atender a população indígena de São Paulo e litoral do Rio de Janeiro, um coletivo de voluntários da FAPIB e colaboradores têm se mobilizado e, nos últimos sete meses, já distribuíram mais de 100 toneladas de alimentos, EPIs e produtos de higiene.

Esse festival visa estimular a sociedade a fazer doações para que esse apoio continue chegando. As doações para a campanha A Fome não espera serão feitas através do site Vakinha http://vaka.me/1285746 ou transferência na conta do Instituto Akhanda – Caixa Econômica Federal – Ag. 2995 – CC 00000930-0 – CNPJ 13.986.026/0001-00

FESTIVAL A FOME NÃO ESPERA está sendo realizado pela FAPIB, em parceria com o Sesc SP, o Instituto Akhanda e a Associação SOS Pankararu.

Share With:
Rate This Article
No Comments

Leave A Comment